15 janeiro, 2020

Altar é profanado em igreja dedicada a Santo Antônio nos Estados Unidos

Nenhum comentário:
- Momento em que homem profana o altar de igreja no Brooklyn. Foto: captura de vídeo/Diocese do Brooklyn -

A Diocese do Brooklyn (Estados Unidos) divulgou o vídeo de um ato de vandalismo ocorrido no domingo, 12 de janeiro, quando um homem profanou o altar da igreja Santo Antônio de Pádua, no bairro Greenpoint.

O episódio foi gravado pelas câmeras de segurança da igreja. As imagens mostram o momento em que um homem se aproxima, sobe os degraus do presbitério enquanto o Padre Jossy Vattothu celebrava a Missa. Logo em seguida, o agressor joga um líquido sobre o altar, interrompendo a celebração.




O agressor também jogou o líquido, identificado como suco pela Diocese, nos paramentos do padre, manchando-os.

Após o ato, o homem desceu as escadas e foi detido pelos fiéis até a chegada da polícia, conforme informou o site ACI Digital, foi encaminhado a um hospital local para uma avaliação psiquiátrica.

O Pe. Vattothu, que celebrou recentemente seus dez anos de ordenação sacerdotal, relatou que durante esse período nunca havia acontecido algo semelhante. "No começo, quando ele se aproximou do altar, pensei que ele tinha algo a me dizer", disse.

"É um milagre que o pão e o vinho não foram danificados, e pude continuar a Missa, consagrando as espécies sagradas no corpo e no sangue de Jesus Cristo", disse o Padre Jossy Vattothu.




O Chanceler da Diocese do Brooklyn, Monsenhor Anthony Hernandez, afirmou que "é realmente grave que alguém faça isso na parte mais sagrada da Missa, que é a consagração. Acho que agora as pessoas estão assustadas considerando o ambiente atual de incidentes antissemitas e anticatólicos. As pessoas temem ir a seus lugares de culto".

"Rezo por essa pessoa e não sei o que estava passando em sua mente", disse o padre que celebrava a Missa. "Sou grato pelos paroquianos que foram tão atenciosos e me consolaram após a Missa. Exorto os católicos que assistem à missa a se sentarem mais perto do altar, para que nós, como comunidade de fé, possamos estar mais juntos e fazer o sacerdote se sentir mais confortável", concluiu.

Em 2017, um bispo foi agredido durante a Missa


Em 28 de janeiro de 2017, o Bispo auxiliar da Arquidiocese de Newark, Nova Jersey, Dom Manuel Aurelio Cruz, foi agredido enquanto celebrava a Santa Missa na Basílica do Sagrado Coração.

Na ocasião, o agressor, identificado como Charles Miller, se levantou e caminhou em direção ao presbitério e, ao se aproximar deu um soco no rosto do Bispo.

Recomendado para você
Continue lendo...

07 janeiro, 2020

Filme "Dois Papas" foi gravado no Vaticano?

Nenhum comentário:
- Bento XVI (Anthony Hopkins) e Cardeal Bergoglio (Jonathan Pryce). Foto: Captura de cena -
O filme "Dois Papas", dirigido por Fernando Meirelles, continua rendendo assunto e provocando discussões nas redes sociais. De um lado, os que não gostaram do longa-metragem; do outro, quem amou.

Ainda há aqueles que acreditam no filme como se tudo apresentado ali fosse verdade. Contudo, as cenas não representam bem nem Bento XVI e nem o Papa Francisco.




Mas uma coisa é verdade: a produção de "Dois Papas" deve ter feito muitos turistas do Vaticano acreditarem que eram mesmo Bento XVI e Francisco enquanto os dois atores (Anthony Hopkins e Jonathan Pryce) estavam gravando no balcão da Basílica de São Pedro e na Capela Sistina. Será?

Será que "Dois Papas" foi mesmo gravado no Vaticano?


Recentemente, ao menos dois youtubers católicos fizeram vídeos analisando o filme "Dois Papas" e ambos questionaram como foi que o Vaticano autorizou as filmagens em locais como a Capela Sistina.

Na verdade, "Dois Papas" não foi gravado nas versões oficiais da Capela Sistina ou da Basílica de São Pedro. Eles fizeram uma construção própria. E ficou tão perfeito que não é possível culpar quem tenha pensado que era realmente o original.




No filme, as imagens que se vê dos conclaves, na Capela Sistina, fumaça preta ou branca anunciando o resultado das votações, primeira aparição dos pontífices no balcão da Basílica de São Pedro são pequenas construções cinematográficas completadas com chroma key (aquele fundo verde) e outros efeitos.

Não acredita? Veja abaixo:


A foto acima mostra um pouco da infraestrutura construída pela produção de "Dois Papas para gravar a cena da primeira aparição de Bento XVI. Não desconsidere os destaques que fizemos nela: eles valem para você procurar o que sumiu e o que foi completado com efeitos especiais na imagem abaixo, que retrata a mesma cena.



Em 2 de janeiro, o diretor de "Dois Papas", Fernando Meirelles, divulgou um vídeo mostrando o trabalho feito e o resultado. Esse trabalho é uma parte do filme que elogiamos bastante, inclusive na publicação onde falamos se gostamos ou não do longa.

Confira abaixo como as cenas foram construídas (todas as fotos são reprodução do vídeo).

Alguns antes de depois na Capela Sistina
















Imagens do balcão da Basílica de São Pedro







Recomendado para você
Continue lendo...

Clínica abortista mais antiga do Reino Unido fecha as portas

Nenhum comentário:

A primeira instalação abortista aberta no Reino Unido fechou as portas depois de matar crianças e prejudicar diversas mulheres durante 50 anos, é o que informa o site pró-vida, Live Action.

"Esta é uma vitória não apenas para o movimento pró-vida, mas também para as mulheres no Reino Unido, considerando a história das instalações", relata Live Action.




Originalmente o local era um centro de atendimento para idosos antes de fazer a transição para uma unidade de aborto, em 1969. Em 2012, foi o estabelecimento foi adquirido por Marie Stopes International e, apesar de ser uma das instalações de abortistas mais movimentadas do Reino Unido, agora fecha as portas permanentemente.

"Com o fechamento da clínica, é importante continuar orando por todos os pais que enfrentam decisões difíceis, para que apreciem o dom da vida de Deus", completou o site.

Recomendado para você
Continue lendo...

06 janeiro, 2020

Sobre o filme "Dois Papas", do Netflix

Nenhum comentário:
- Cardeal Bergoglio (Jonathan Pryce) e Bento XVI (Anthoy Hopkins) em "Dois Papas" -

O filme "Dois Papas", lançado no Netflix em 20 de dezembro de 2019, é um drama fictício dirigido pelo diretor Fernando Meirelles com base na obra de Anthony McCarten e muito tem se falado sobre a obra.

Antes de prosseguir, cabe destacar que esse texto não é uma análise crítica sobre o filme a partir de um especialista, mas apenas o ponto de vista de quem assistiu ao longa-metragem "Dois Papas". Também não é um tipo de condenação a que viu e pensa o contrário do que aqui será exposto.




Passada a explicação, "Dois Papas" apresenta uma série de encontros entre o Papa Bento XVI (Anthony Hopkins) e Jorge Mario Bergoglio (Jonathan Pryce), futuro Papa Francisco; reuniões que nunca ocorreram. O longa-metragem insinua até que Bento XVI tratou com Francisco sobre a renúncia.

Veja também:


"Deus corrige um Papa apresentando outro ao mundo", falam os personagens em um dos diálogos do filme exibidos no teaser oficial de "Dois Papas", como se Francisco tivesse sido eleito para que Bento XVI reencontrasse seu rumo espiritual.

'Dois Papas' apresenta um papa bom e um mau


Ao assistir "Dois Papas", vi um Joseph Ratzinger que articulava para ser eleito Papa no conclave de 2003, porque, segundo o filme, era isso o que ele desejava. Algo improvável, visto que ele já havia pedido repetidas vezes para se aposentar, retirar-se do ofício de Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé. João Paulo II não aceito os pedidos.




No filme também é possível ver um Bento XVI extremamente rígido, reacionário enquanto Bergoglio era um revolucionário, o homem que viria para reformar a Igreja.

Isso ficou mais evidente após o diretor do filme, Fernando Meirelles, confirmar em entrevista que tinha a intenção de desenhar uma dicotomia entre Bento e Francisco.

Na entrevista concedida à CNA, Merilles afirmou que "quando li o roteiro pela primeira vez, para mim ficou claro: havia um papa bom e um papa mau".

"Eu sentia mais simpatia pelo Papa Francisco, especialmente por não sabia muito sobre o Papa Bento", disse Meirelles.

O filme "Dois Papas" é bom?


Na minha opinião, tem muita coisa bem construída ali, bastante elementos apenas fictícios para favorecer a produção (é filme, né?!) e tem uma bela fotografia, dirigida por César Charlone. Especial atenção para o excelente trabalho que fizeram utilizando chroma key: quem vê as imagens da Capela Sistina e das primeiras aparições dos Papas no balcão da Basílica de São Pedro chega a pensar que essas parte do filme foram gravadas no Vaticano, no entanto era tudo em estúdio.




"Dois Papas" também fala com fidelidade dos Papabili (papáveis) do conclave que elegeu Bento XVI. Apesar de atuar bem, Anthony Hopkins não me lembrou o Papa alemão ao passo que Jonathan Pryce sim, esse ficou parecido com o Papa Francisco.

Contudo, não gostei do filme. Ele não representa bem nem Bento XVI e nem o Papa Francisco. Porém, com via de regra, tanto para quem já viu quanto para quem vai ver: não vá acreditando em tudo.

Recomendado para você
Continue lendo...

03 janeiro, 2020

É certo esperar o filho crescer para que ele escolha o batismo?

Nenhum comentário:
- Batismo de Jesus. Foto: Pixabay -

Um leitor enviou esta em dúvida sobre se deve ou não batizar o seu filho enquanto ainda é criança. Há o desejo de esperar que o bebê cresça e endenta "melhor a diferença entre fé e religião, fazendo assim que ele escolha qual religião quer seguir mas sempre sabendo que Deus é um só".

Ainda de acordo com nosso leitor, enquanto família, "sempre iremos ensinar ele o significado de Deus, a importância da vida, da fé". E eis a dúvida dele: "Eu posso deixar ele crescer e escolher ou ele pode ser batizado normalmente na Igreja Católica e, caso depois escolha ir para outra religião, teria problema?".




Como muitas outras pessoas também podem ter a mesma dúvida, resolvemos fazer essa publicação para ajudar ou pelo menos orientar. E, para isso, vamos citar dois documentos: o Catecismo da Igreja Católica e a instrução Pastoralis Actio.

Devo batizar meu filho bebê ou esperar até que ele cresça?


Na Igreja, o Batismo é tradado com máxima gravidade, visto que este Sacramento é a porta de entrada para da salvação. E sobre a conferência desse sacramento às crianças, o Catecismo da Igreja Católica, em seu número 1252 diz que: "A prática de batizar as crianças é tradição imemorial da Igreja".

"Explicitamente atestada desde o século II, é no entanto bem possível que, desde o princípio da pregação apostólica, quando 'casas' inteiras receberam o Batismo se tenham batizado também as crianças", afirma o Catecismo.




Pense com a instrução Pastoralis Actio: "O fato de as crianças não poderem ainda professar pessoalmente à sua fé não impede a Igreja de lhes administrar este Sacramento, porque na realidade ela os batiza na sua própria fé" (n.14).

Logo, como afirma Padre Paulo Ricardo em seu site, "os pais católicos que entendem a dimensão e a profundidade desse ato cuidam para que seus filhos o recebam o quanto antes".

Nós, católicos, cremos que o Batismo é uma verdadeira intervenção de Deus que tira uma criatura da escravidão do pecado, transformando-a em filho de Deus, abre a porta do céu e concede a graça de uma vida santa. Ou seja: o batismo é um ato de fé.

O Batismo não compromete a liberdade da criança


Sobre esperar seu filho crescer para que o mesmo escolha, parece querer dizer que há medo de influenciar na escolha dele, tirar a liberdade. No entanto, como diz a Pastoralis Actio, essa é uma posição completamente ilusória (cf. n. 22).

"Quando se pretende dizer que o sacramento do Batismo compromete a liberdade da criança, esquece-se sobretudo que todo o homem, mesmo o não batizado; enquanto criatura, tem para com Deus deveres imprescritíveis, que o Batismo ratifica e eleva com a adoção filial. Além disto, esquece-se que o Novo Testamento nos apresenta a entrada na vida cristã, não como uma servidão ou uma coação, mas como o acesso à verdadeira liberdade" (PA, n. 22).




Se ocorrer de no futuro a criança deixar de observar os seus deveres relacionados ao Batismo, é certo que os pais ficarão tristes ou até decepcionados. No entanto, terão cumprido o seu dever de batizar os próprios filhos e conferir a eles a educação cristã.

"Com efeito, não obstante as aparências, os germes da fé depositados na sua alma poderão um dia revivescer, para o que os mesmos pais contribuirão com a sua paciência, o seu amor, a sua oração e o seu testemunho autêntico da própria fé" (PA, n. 22).

Nosso conselho: creia com a Igreja. Batize seu filho! Ainda está com dúvida: converse com seu pároco.

Recomendado para você
Continue lendo...

02 janeiro, 2020

Quais os dias santos de guarda no Brasil em 2020?

Nenhum comentário:
- Imagem referencial. Foto: Pixabay -

Uma das obrigações do fiel católico é "participar da Missa inteira nos domingos e outras festas de guarda", conforme diz o Catecismo da Igreja Católica em seu número 2042. Este não é somente o terceiro mandamento da lei de Deus, mas também o primeiro da Igreja.

E, para cumprir esse preceito, o fiel deve participar da Missa inteira "onde quer que se celebre em rito católico, quer no próprio dia festivo quer na tarde do dia antecedente", especifica o Código de Direito Canônico (Cân. 1248).




Com autorização da Santa Sé, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) transfere a celebração de algumas festa de guarda que caem em dias úteis para o domingo anterior ou posterior àquela data. Dessa forma, os fiéis podem os fiéis tem a oportunidade de cumprir o preceito facilmente.

Ainda com autorização da Santa Sé, a CNBB aboliu a festa de preceito de São José (19 de março), permanecendo sua celebração litúrgica, conforme garante a Legislação Complementar ao Código de Direito Canônico emanada pela CNBB, Decreto nº 2/1986.

Posso cumprir o preceito na véspera ou só no dia?


É possível satisfazer o preceito das festas de guarda tanto no dia próprio quanto na tarde do dia anterior, como diz o Código de Direito Canônico (Cân. 1248), ou seja, na véspera.

Dias que você acha que são festa de guarda, mas não são


Ao contrário daquilo que muita gente acha, Quarta-Feira de Cinzas, Sexta-Feira da Paixão, Nossa Senhora Aparecida e Dia de Finados, não são dias de preceito, apesar de serem feriados nacionais. Ou seja, não há obrigação de ir à Missa nesses dias (observação especial para Sexta-feira da Paixão, em cujo dia nunca se celebra Missa).




No entanto, mesmo não sendo preceito, o católico deveria aproveitar a oportunidade para participar dessas celebrações visto que, como diz o blog Ius Canonicum, "o poder civil lhe dá [a oportunidade] de comemorar estas festas, pois é para isto que os feriados religiosos existem".

E quais são os dias santos de guarda no Brasil em 2020?


Janeiro


Dia 1º: Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus (Feriado)

Dia 6: Solenidade da Epifania do Senhor (antecipado para o domingo anterior, 5 de janeiro)

Maio


Dia 21: Solenidade da Ascensão do Senhor (passou para o domingo seguinte, 24 de maio)

Junho


Dia 11: Corpus Christi (Feriado)

Dia 29: Solenidade de São Pedro e São Paulo (antecipada para domingo, 28 de junho)




Agosto


Dia 15: Solenidade da Assunção de Nossa Senhora (passou para o domingo seguinte, 16 de agosto)

Novembro


Dia 1º: Solenidade de Todos os Santos

Dezembro


Dia 8: Solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora

Dia 25: Natal do Senhor (Feriado)

Recomendado para você
Continue lendo...

27 dezembro, 2019

Oração para agradecer pelo ano que termina

Nenhum comentário:
- Imagem referencial. Foto: Unsplash -

Fim de ano é sempre tempo de reflexão e agradecimento pelo que aconteceu nos meses anteriores. Devemos ser gratos ao bom Deus por tudo: alegrias, tristezas, conquistas ou derrotas. Para tanto, compartilhamos com vocês esta simples e bela oração para entregar nas mãos de Deus o ano que se termina e o que irá começar.




Oração de agradecimento ao final do ano


Deus Pai, eterno e todo poderoso! Quero vos agradecer pelo meu ano, que agora chega ao seu final. Obrigado, Pai, por tudo que me destes e por tudo o que sou!

Obrigado por tudo de bom que me aconteceu, por todos os desafios que me permitistes enfrentar, por tudo o que consegui com a vossa graça… (recordar sem pressa, em diálogo com Deus).

Obrigado pelas pessoas com quem tive contato neste ano.

Ofereço-vos todos os dias deste meu ano que hoje finda; todo o meu cansaço, frustrações, injustiças, decepções e alegrias; todo o meu esforço de levar aos meus irmãos, pela palavra e, principalmente, pelo testemunho, os ensinamentos vivos de Jesus.

Obrigado, Pai, pela vida que me destes! Obrigado por tudo: pela família, pelo trabalho, pela saúde, pelo alimento, pela vossa proteção e até mesmo pelas coisas que deram errado, pois só Vós sabeis o porquê de cada uma das minhas experiências… (detalhá-las, em diálogo com Deus).

Seja feita, Pai amado, sempre e por amor, a vossa vontade.

Obrigado por tudo!

Amém.

Recomendado para você
Continue lendo...