24 janeiro, 2017

São Francisco de Sales, padroeiro da imprensa católica e dos jornalistas



Francisco de Sales nasceu em 1567 na Saboia, território onde hoje está Thorens-Glières, na Haute-Savoie, na França. Seus pais queriam que ele, o primogênito de seis filhos, estudasse nas melhores escolas e enviaram o filho para estudar nas cidades vizinhas.



Com os padres da Companhia de Jesus, Francisco estudou muitas disciplinas, dentre elas retórica, e aprendeu várias línguas.

Aos 20 anos, Francisco de Sales, em oração diante da imagem de Nossa Senhora do Livramento, consagrou-se à Maria e decidiu dedicar sua vida a Deus através de um voto de castidade.

Francisco de Sales recebeu o seu doutorado em direito e teologia aos 25 anos e chegou a trabalhar como advogado. Seu pai chegou a assegurar-lhe um cargo como senador e um casamento, mas Francisco recusou e, por amor a Deus, preferiu manter seu voto e consagração.

Ordenado sacerdote, trabalhou muito pela restauração da fé católica em sua pátria. Francisco foi ativo nas campanhas de evangelização entre os protestantes de Saboia, e conseguiu que muitos retornassem à fé católica. Ainda neste período, sobreviveu a diversas tentativas de assassinato.

Eleito bispo de Genebra, mostrou-se um verdadeiro pastor de seu clero e de seus fiéis, instruindo-os com seus escritos e obras, tornando-se modelo para todos.

Escreveu vários livros, sendo o mais famoso "Introdução à Vida Devota", direcionado aos fiéis leigos. Também são de sua autoria o livro "Tratado do Amor Divino" e diversas cartas sobre direção espiritual.

Morreu em Lião a 2 de dezembro de 1622, com 55 anos, sendo que 21 deles foram vividos no episcopado. Foi sepultado definitivamente em Annecy, a 24 de janeiro do ano seguinte.

São Francisco de Sales é padroeiro da imprensa católica e dos jornalistas. Também é padroeiro dos confessores, dos surdos, dos educadores, escritores e dos salesianos.

Oração


Ó Deus, para a salvação da humanidade, quisestes que São Francisco de Sales se fizesse tudo para todos, concedei que, a seu exemplo, manifestemos sempre a mansidão do vosso amor no serviço a nossos irmãos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.


Recomendado para você


Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário