18 agosto, 2017

Valeu a tentativa, pastor, mas Nossa Senhora é sem comparação




Quase dois meses após um pastor pedir desculpas por ter feito brincadeiras ao falar de Maria, surge um outro que adora os holofotes tentando fazer comparações entre a imagem de Nossa Senhora Aparecida e uma garrafa de refrigerante.

Veja também:


No vídeo, o líder da Igreja Plenitude do Trono de Deus, Agenor Duque - que volta e meia se veste com roupas de trapo, mas adora esbanjar luxo e anda de Porsche e jatinhos particulares -, diz que os católicos têm Maria como uma deusa. Diante dessa afirmação do autointitulado apóstolo, surge a questão: onde e quando a Igreja Católica ensinou que a Virgem Santíssima é uma deusa? Ele pode provar que Igreja pregou isso?



Não, ele não pode pelo único e simples fato ser apenas um pensamento fantasioso da cabeça dele. Não há fontes disso. Aliás, o Catecismo da Igreja Católica diz que Maria é Mãe de Cristo e da Igreja (cf. nos. 963-975). Se nem Maria se colocou como uma deusa (cf. Lc 1, 38), por qual motivo a Igreja o faria? É uma falácia do pastor para alcançar mais audiência.

Outro ponto equivocado do pastor é o momento em que o mesmo afirma que se uma imagem de Nossa Senhora for atirada ao chão, ela não terá capacidade de se levantar. "Ela não pode ajudar nem ela, porque nem o pó da cara dela ela consegue tirar", disse ele.

Para este trecho, Daniel Silveira Fonteles, que é ex-protestante e convertido ao catolicismo, gravou um vídeo e questionou: "se você pegar uma bíblia e jogar ela no fogo, o simples fato dela não sair de lá faz ela deixar de ser santa"? Tal como a bíblia não vai sair correndo do fogo, mas mesmo assim continuará sendo o local onde esta a palavra de Deus, a imagem da santa vai sim se quebrar quando cair no chão, mas Maria continuará sendo santa e mais: Mãe do Verbo Divino.

A intensão do episódio proposto pelo dito "apóstolo" é aquela de sempre: afirmar que os católicos adoram imagens - mas sem provar isso - e desvalorizar a figura de Maria. Se você já acompanha o blog Sim, sou Católico, já deve ter lido nosso artigo que fala sobre a presença das imagens na Igreja e sabe que Deus não se contradiz e que Ele mesmo dá permissão tanto (cf. Ex 25, 10-22).

Enfim, Maria não é uma mulher qualquer e não há como compará-la, Sr. Agenor Duque. Ela é a serva obediente do Senhor, cheia de graça e bendita. Ela se empenhou em "realizar pessoalmente, de modo perfeito, o serviço que Deus espera de todo o Seu povo" (cf. 26ª catequese do Papa João Paulo II - dia 07/09/1996, L'Osservatore Romano).

Recomendado para você
Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário