17 junho, 2019

Vaticano sugeriu ordenação de homens casados?


- Imagem referencial. Foto: Pixabay/Domínio Público -

O portal de notícias G1 publicou uma matéria afirmando que o "Vaticano cogita ordenar sacerdotes casados na Amazônia". O lerem o título, muitos ficaram desconfiados, mas será que é verdade o que foi noticiado?

Sim, é verdade! A sugestão está no Instrumentum laboris (Instrumento de trabalho) do Sínodo Amazônico que foi publicado nesta segunda-feira, 17 de junho, pelo Vaticano.


O texto, publicado em três idiomas (espanhol, italiano e português) é composto por 147 pontos divididos em 21 capítulos separados por três partes.

Veja também:


No capítulo 4, que trata da "organização das comunidades", há a sugestão para que seja estudada a possibilidade de conferir a ordenação sacerdotal aos homens casados para atender "de modo mais eficaz às necessidades dos povos amazônicos".


"Afirmando que o celibato é uma dádiva para a Igreja, pede-se que, para as áreas mais remotas da região, se estude a possibilidade da ordenação sacerdotal de pessoas idosas, de preferência indígenas, respeitadas e reconhecidas por sua comunidade, mesmo que já tenham uma família constituída e estável, com a finalidade de assegurar os Sacramentos que acompanhem e sustentem a vida cristã", diz o documento.

O mesmo capítulo trata ainda no papel dos leigos, da mulher, da vida consagrada, dos jovens e das dioceses de fronteira.

Sínodo Amazônico que será realizado entre os dias 6 a 27 de outubro de 2019.

O Instrumentum laboris do Sínodo Amazônico na integra pode ser lido na íntegra em: http://www.sinodoamazonico.va/content/sinodoamazonico/pt/documentos/instrumentum-laboris-do-sinodo-amazonico.html

Recomendado para você
Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário