17 junho, 2019

Instrumentum laboris do Sínodo Amazônico é publicado pelo Vaticano



O Vaticano publicou nesta segunda-feira, 17 de junho, o Instrumentum laboris (Instrumento de trabalho) do Sínodo Amazônico que será realizado entre os dias 6 a 27 de outubro de 2019. O texto, publicado em três idiomas (espanhol, italiano e português) é composto por 147 pontos divididos em 21 capítulos separados por três partes.


No capítulo 4, que trata da "organização das comunidades", há a sugestão para que seja estudada a possibilidade de conferir a ordenação sacerdotal aos homens casados para atender "de modo mais eficaz às necessidades dos povos amazônicos".

"Afirmando que o celibato é uma dádiva para a Igreja, pede-se que, para as áreas mais remotas da região, se estude a possibilidade da ordenação sacerdotal de pessoas idosas, de preferência indígenas, respeitadas e reconhecidas por sua comunidade, mesmo que já tenham uma família constituída e estável, com a finalidade de assegurar os Sacramentos que acompanhem e sustentem a vida cristã", diz o documento.


O texto trata ainda sobre a corrupção e denuncia, em seu número 81, que "nas últimas décadas aumentou o investimento na exploração das riquezas da Amazônia por parte de grandes companhias. Muitas delas perseguem o lucro custe o que custar, sem se importar com o dano socioambiental que provocam".

O Instrumentum laboris do Sínodo Amazônico na integra pode ser lido na íntegra em: http://www.sinodoamazonico.va/content/sinodoamazonico/pt/documentos/instrumentum-laboris-do-sinodo-amazonico.html

Recomendado para você
Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário