13 junho, 2019

Por que Santo Antônio é considerado santo casamenteiro?



A vida de Santo Antônio, um dos santos mais populares do mundo inteiro, é repleta de coisas maravilhosas. E tanto foram os seus feitos por amor a Cristo e à Igreja, que recebeu as alcunhas de "Doutor Evangélico", "Martelo dos hereges". Outra fama que acompanha Santo Antônio é a de ser o santo casamenteiro. Mas por qual motivo um frade franciscano e presbítero tem a fama de ser casamenteiro?




Saiba o motivo de Santo Antônio ser considerado santo casamenteiro?


Muitos fiéis recorrem a Santo Antônio quando querem encontrar um marido ou uma esposa. Segundo consta, o título de santo casamenteiro se deve a um episódio, no qual uma jovem pobre teria pedido a bênção do então Frei Antônio porque não conseguia realizar o casamento por causa da baixa condição financeira de sua família, a qual não teria dinheiro para pagar o dote, as vestimentas e o enxoval. O frei abençoou a moça e pediu que confiasse; passados alguns dias, a mulher recebeu tudo o que precisava e conseguiu se casar.




Santo Antônio também é invocado para encontrar objetos perdidos


Além disso, o santo é invocado para encontrar objetos perdidos, talvez porque certo dia um noviço fugiu do convento com um saltério que ele usava. Santo Antônio orou para recuperar o seu livro e o noviço se viu diante de uma aparição terrível e ameaçadora que o obrigou a regressar e devolver o que roubou.

Diz-se também que em uma ocasião, enquanto orava, apareceu-lhe o menino Jesus e o santo segurou-o em seus braços e por esta razão, até hoje, é representado sustentando o menino Deus. Santo Antônio é patrono das mulheres estéreis, dos pobres, dos viajantes, dos pedreiros, dos padeiros, entre outros. Devido à sua caridade com os pobres, com frequência se representa Santo Antônio oferecendo pão a indigentes. Santo Antônio também é considerado um dos doutores da Igreja, sendo chamado de “Doutor do Evangelho”, pela riqueza da sua pregação.

Com informações de ACI Digital

Recomendado para você
Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário