14 fevereiro, 2018

Esmola, jejum e oração: isso é o que o Papa realmente indicou para Quaresma



Circula pela internet uma mensagem atribuída falsamente ao Papa Francisco com o melhor jejum para a Quaresma.

A mensagem circula nas redes sociais desde 2016 e, sempre na ocasião da Quaresma, volta a ser compartilhada por milhares de pessoas que acreditam que o texto é, de fato, do Papa Francisco.

- Mensagem falsamente atribuída ao Papa Francisco -
Ocorre que o Santo Padre nunca indicou nenhum dos conselhos acima para ocasião da Quaresma e os fiéis não deve acreditar na mensagem que foi atribuída a ele.

Em sua mensagem para a Quaresma de 2018, o Papa Francisco afirmou que "a Igreja, nossa mãe e mestra, nos oferece, neste tempo de Quaresma, o remédio doce da oração, da esmola e do jejum".




"Dedicando mais tempo à oração, possibilitamos ao nosso coração descobrir as mentiras secretas, com que nos enganamos a nós mesmos, para procurar finalmente a consolação em Deus".

"A prática da esmola liberta-nos da ganância e ajuda-nos a descobrir que o outro é nosso irmão: aquilo que possuo, nunca é só meu".

"Por fim, o jejum tira força à nossa violência, desarma-nos, constituindo uma importante ocasião de crescimento".

Papa Francisco concluiu sua mensagem para a Quaresma de 2018 convidando membros da Igreja a empreender com ardor o caminho da Quaresma, apoiados na esmola, jejum e oração.

"Se por vezes parece apagar-se em muitos corações o amor, este não se apaga no coração de Deus! Ele sempre nos dá novas ocasiões, para podermos recomeçar a amar", concluiu o Santo Padre.

Recomendado para você
Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário