09 dezembro, 2016

"A vida começa na concepção", declara jurista brasileiro


| Criança no útero / Imagem ilustrativa |

Durante uma entrevista concedida ao programa Academia em Debate, da Universidade Mackenzie, o jurista Ives Gandra Martins falou sobre vários temas, entre eles o aborto e estado laico de direito. Ives é advogado, professor e escritor brasileiro.



O jurista defende que "a vida começa na concepção" e que "o nosso código civil, no artigo 2º, diz que todos os direitos são assegurados desde a concepção". Segundo Ives, "seria ridículo dizer que todos os direitos do nascituro, desde a concepção são assegurados, menos o direito à vida".

Na entrevista, Ives também afirma que o aborto é defendido, mas que os defensores esquecem de dizer como é feito o aborto. "Não apenas a interrupção de uma gravidez, é a interrupção da vida de seres humanos por parte daquele que só podem fazer isso porque não foram abortados por seus pais", declara o jurista.


Durante a entrevista o jurista Ives Gandra também fala sobre estado laico e defende que ser contrário ao aborto não é estar indo contra este posicionamento do estado. "Estado laico não é estado ateu", pontua.

Confira o trecho da entrevista concedida ao programa Academia em Debate, da Universidade Mackenzie.


Você pode ter acesso à entrevista completa pelo link https://www.youtube.com/watch?v=g1lgQT5Hnu8.


Recomendado para você


Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário