26 julho, 2016

Estado Islâmico ataca igreja na França e assassina um sacerdote idoso


Padre Jacques Hamel, 84 anos, foi degolado dentro da igreja

O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria de um ataque contra a Igreja de Saint-Etienne du Rouvray, no norte da França. O atentado aconteceu na manhã desta terça-feira, 26 de julho, e um dos reféns, o Padre Jacques Hamel, de 84 anos, foi morto.

Segundo informações, os criminosos teriam invadido a igreja portando facas e fizeram reféns o padre, duas freiras e paroquianos que participavam da Missa que estava sendo celebrada. Padre Jacques Hamel foi degolado no dentro da igreja.




O atentado foi realizado por “dois soldados do Estado Islâmico”, conforme anunciou a agência de notícias Amaq, considerada o porta-voz oficial do grupo terrorista. Os mesmos foram mortos pela polícia francesa.


O presidente da França, François Hollande, ao chegar na localidade atacada, afirmou que os perpetradores declararam ser membros do Daesh, acrônimo em árabe para nomear o Estado Islâmico. Hollande disse que o ataque foi cometido por “dois terroristas que diziam ser do Daesh” e gritaram “Alá é grande” durante o atentado.

O Arcebispo local, Dom Dominique Lebrun, foi informado do atendo e está retornando para a arquidiocese. Ele encontra-se na Polônia, com padres e grupos de jovens participantes da Jornada Mundial da Juventude, em Cracóvia.

O porta-voz do Vaticano, Pe. Federico Lombardi, afirmou aos jornalistas que “o Papa está informado e participa da dor e do horror por esta violência absurda, condenando radicalmente toda forma de ódio”.

Segundo a Santa Sé, “o episódio abala ainda mais por ter ocorrido em uma igreja, local sagrado em que se anuncia o amor de Deus, onde foi barbaramente morto um sacerdote e envolvidos alguns fiéis”.


Recomendado para você


Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário