24 fevereiro, 2016

Você sabe por qual motivo o Papa Francisco não distribui a Comunhão?


Foto: Papa Francisco

A instrução Redemptionis Sacramentum, da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, em seu número 88, diz que “é de responsabilidade do sacerdote celebrante distribuir a Comunhão, se é o caso, ajudado pelos outros sacerdotes e diáconos”. Entretanto, o Papa Francisco faz diferente: na hora da distribuição da Comunhão ele retorna para a sede. Você já observou esta situação em alguma Missa presidida por ele? Tendo visto ou não, vamos falar um pouco sobre o que motiva Francisco a proceder desta forma.



Bom, desta norma da Redemptionis Sacramentum, citada anteriormente, ficam isentos os ministros ordinários que estão idosos, doentes e fatigados. No caso do Papa Francisco podemos descartar essas três opções. Ele é idoso, mas tem vigor físico; o fato dele ter apenas metade de um dos pulmões, isso não o afetaria; em relação à fatiga... é, se pensarmos na quantidade de tarefas dele, mas vamos ver abaixo que também não é por isso.

A resposta para esta pergunta está no livro “Sobre o Céu e a Terra”, publicado pela primeira vez em 2010, e cujos autores são Dom Jorge Mario Bergoglio (quando ainda era Cardeal arcebispo de Buenos Aires) e o rabino Abraham Skorka. E nada melhor do que o próprio Papa Francisco para falar responder sobre este assunto.


No livro, Bergoglio afirma que “Davi foi adultero e autor intelectual de um assassinato. Apesar disso, nós o veneramos como santo porque teve coragem de reconhecer o seu pecado. Humilhou-se perante Deus. As pessoas podem fazer grandes bobagens, mas, também, podem se arrepender, mudar de vida e reparar o que fizeram”.

Entre os fiéis, há alguns que matam não só intelectualmente ou fisicamente, mas também indiretamente, pelo mau uso do dinheiro, pagando salários injustos. Talvez façam parte de sociedades beneficentes, mas não pagam a seus funcionários o que lhes é devido, ou os contratam ‘por fora’”, continua Bergoglio.

Jorge Mario Bergoglio, no mesmo livro, deixa explicado o motivo pelo qual não distribui a Eucaristia quando afirma que existem muitas pessoas que se passam por católicos, mas têm atitudes imorais, das quais não se arrependem. “É por isso que, em certas situações, eu não dou a comunhão. Fico sentado, e os assistentes a distribuem. Não quero que essas pessoas se aproximem de mim para fazer fotografias”, completa o então Cardeal arcebispo.

Bergoglio ainda afirma que “tais casos de hipocrisia espiritual acontecem com muitas pessoas que se abrigam na Igreja e não vivem segundo a justiça que Deus quer. Não demonstram nenhum arrependimento. Vulgarmente dizemos que levam uma vida dupla”.

Bom, agora quando você participar de uma Missa com o Papa Francisco já vai saber o motivo pelo qual ele não distribui a Sagrada Comunhão.

Recomendado para você
Compartilhe :