11 dezembro, 2015

Nossa Senhora de Guadalupe: padroeira de toda a América Latina


Juan Diego mostra a imagem da Virgem ao Bispo
Juan Diego mostra a imagem da Virgem ao Bispo
Segundo arraigada tradição, a imagem da Virgem de Guadalupe apareceu impressa na tilma (manto) do índio Juan Diego em 1531, na cidade do México. O prelado local, Dom Frei Juan de Zumárraga, levou o manto para a capela episcopal e depois a Sé.

Em 26 de dezembro do mesmo ano, a imagem da Virgem de Guadalupe estampada no manto foi solenemente levada para uma ermida aos pés do cerro de Tepeyac. Seu culto propagou-se rapidamente, muito contribuindo para a difusão da fé entre os indígenas. Após a construção sucessiva de três templos ao pé do mesmo cerro, edificou-se o atual, concluído em 1709 e elevado à categoria de Basílica por São Pio X, em 1904.




Em 1754, o Papa Bento XIV confirmou o patrocínio da Virgem de Guadalupe sobre toda a Nova Espanha (do Arizona à Costa Rica) e concedeu a primeira Missa e Ofício próprios.

“Nela tudo é milagroso: uma Imagem que provém de flores colhidas num terreno totalmente estéril, no qual só podem crescer espinheiros… uma Imagem estampada numa tela tão rala que através dela pode se enxergar o povo e a nave da Igreja… Deus não agiu assim com nenhuma outra nação”, declarou Bento XIV.

Porto Rico proclamou-a sua Padroeira em 1758. Em 12 de outubro de 1892, houve a coração pontifícia da imagem, concedida por Leão XIII, que no ano anterior aprovara um novo Ofício próprio. Em 1910, São Pio X proclamou-a Padroeira das Ilhas Filipinas; e em 1945, Pio XII deu-lhe o título de "Imperatriz da América".


Em 27 de janeiro de 1979, no Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, João Paulo II toda a América Latina consagrou a Virgem.

Em 25 de março de 1999, Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos promulgou um decreto para toda a América Latina. Nele se estabeleceu a festa da Virgem de Guadalupe no dia 12 de dezembro de cada ano.

A veneração da Virgem de Guadalupe, solícita a prestar auxílio e proteção em todas as tribulações, desperta no povo grande confiança filial. Constitui, além disso, um estímulo à prática da caridade cristã, ao demonstrar a predileção de Maria pelos humildes e necessitados, bem como sua disposição em assisti-los.

Oração do dia (fórmula utilizada na Santa Missa e Liturgia das Horas)

Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo.

Com informações da Liturgia das Horas

Recomendado para você
Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário