22 fevereiro, 2013

A participação dos fiéis leigos na Santa Missa - segunda parte



Como informamos na primeira parte da postagem que fizemos sobre este mesmo assunto, a Igreja possui uma instrução, chamada Redemptionis Sacramentum, que fala sobre alguns aspectos que se devem observar e evitar acerca da Santíssima Eucaristia. 

Apenas de forma a recordar, esse capítulo da Redemptionis Sacramentum é fundamental para que se possa entender qual é a função de cada fiel na celebração da Santa Missa. Abaixo você encontra uma síntese da instrução, mas você pode conferir o texto na íntegra no site do Vaticano.




Instrução
Redemptionis Sacramentum


Capítulo II - A participação dos fiéis leigos na celebração da Eucaristia


Clique aqui para ver alguns trechos do item 1 do mesmo capítulo

2. Tarefas dos fiéis leigos na celebração da Santa Missa

Alguns, dentre os fiéis leigos, exercem reta e louvavelmente tarefas relacionadas com a sagrada Liturgia, conforme a tradição, para o bem da comunidade e de toda a Igreja de Deus. Convém que se distribuam e haja ensaio entre as várias tarefas e as diversas partes de uma mesma tarefa. Todos ‘os ministros ordenados e os fiéis leigos, ao desempenhar sua função ou ofício, façam tudo e somente aquilo que lhes corresponde’, fazendo-o na mesma celebração litúrgica, ou em sua preparação, sendo realizado de tal forma que a liturgia da Igreja se desenvolva de maneira digna e decorosa.

Deve-se evitar o perigo de obscurecer a complementaridade entre a ação dos clérigos e dos leigos, para que as tarefas dos leigos não sofram uma espécie de "clericalização".

O fiel leigo que é chamado para prestar uma ajuda nas Celebrações litúrgicas deve estar devidamente preparado e ser recomendado por sua vida cristã, fé, costumes e sua fidelidade para o Magistério da Igreja.

Recomendado para você
Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário