06 julho, 2018

Faleceu Cardeal Tauran, que o anunciou o "Habemus Papam" de Francisco


- Cardeal Tauran e Papa Francisco. Foto: Vatican News -

Na tarde da quinta feira, 5 de julho, faleceu em Connecticut, EUA, o Cardeal Jean-Louis Tauran, Presidente do Pontifício Conselho para o Diálogo inter-religioso e que, em 13 de março de 2013, anunciou a eleição do Papa Francisco com o tradicional "Habemus Papam". O Cardeal de 75 anos sofria da doença de Parkinson.




Jean-Louis Tauran nasceu em Bordeaux em 5 de abril de 1943. Estudou na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, no Instituto Católico de Toulouse e na Pontifícia Academia Eclesiástica de Roma.

Foi ordenado sacerdote em 20 de setembro de 1969. Em 1975, prestou serviço diplomático junto à Santa Sé e, a partir do mesmo ano, foi Secretário da Nunciatura na República Dominicana até 1978. Entre 1979 e 1983, foi Secretário da Nunciatura no Líbano. Em julho de 1983, incorporou-se como membro da equipe do Conselho para os Assuntos Públicos da Igreja.

Veja também:


Ao ser nomeado arcebispo foi Secretário da Secretaria de Estado para as Relações com os Estados (1990) e Secretário da Congregação para os Bispos.

Foi criado cardeal em 21 de outubro de 2003. Participou dos conclaves de 2005 e 2013. Em 25 de junho de 2007, Bento XVI o nomeou Presidente do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso. Em 20 de dezembro de 2014, o Papa Francisco confirmou o Cardeal Jean-Louis Tauran como Camerlengo da Santa Igreja Romana.




Entre suas distintas missões, viajou para Riad, capital da Arábia Saudita, de 13 a 20 de abril de 2018. Foi um evento histórico por ser a primeira vez que um chefe de um dicastério do Vaticano visitava este país muçulmano, em cujo território estão Meca e Medina, dois lugares santos do islã.

Com a morte do Cardeal Jean-Louis Tauran o Colégio Cardinalício fica composto de 225 Cardeais, dos quais 124 eleitores (em un eventual Conclave) e 101 não eleitores.

Com informações de ACI Digital e Vatican News

Recomendado para você
Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário