13 dezembro, 2019

Criador do Porta dos Fundos zomba novamente da fé dos cristãos


Em meio à polêmica causada pela estreia pelo Netflix do filme 'A primeira tentação de Cristo', Gregorio Duvivier, um dos criadores do Porta dos Fundos - esquete responsável pelo filme - reagiu ao episódio novamente zombando da fé dos cristãos.

Passando-se por Jesus, Duvivier publicou em sua coluna na Folha falando sobre o abaixo-assinado pelo impedimento do filme ofensivo do Netflix e Porta dos Fundos.




"No breve tempo em que estive na Terra, em algum momento, vocês me viram processando humorista? Acho que não", caçoou Duviver escrevendo como se fosse Cristo.

Dom Henrique Soares se manifesta sobre filme blasfemo do Porta dos Fundos


Por de sua página no Facebook, o bispo de Palmares (PE), Dom Henrique Soares da Costa, somou-se aos movimentos de incentivo ao cancelamento da assinatura da plataforma de streaming, em manifestação. “Sem Netflix: um simples e belo presente para Deus nascido da Virgem”, disse o Bispo.

"Em pleno tempo de preparação para o Natal do Senhor, a Netflix deu um bofetão no rosto de todos os cristãos; cuspiu na nossa cara, zombando da nossa fé", escreveu Dom Henrique.




O Bispo classificou a obra como "um filme blasfemo, vulgar e desrespeitoso para com o nosso Deus e Senhor Jesus Cristo e sarcástico com a fé de todos os cristãos".

Em nota, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) afirmou que "ridicularizar a crença de um grupo, seja ele qual for, além de constituir ilícito previsto na legislação penal, significa desrespeitar todas as pessoas, ferindo a busca por uma sociedade efetivamente democrática, que valoriza todos os seus cidadãos".

Recomendado para você
Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário