01 março, 2017

O que os santos podem nos ensinar para vivermos bem a Quaresma?


Foto: Paróquia São Judas Tadeu - Mosela/Petrópolis

Hoje a Igreja dá início ao tempo litúrgico da Quaresma, período propício para “um novo começo”, como afirma o Papa Francisco em sua mensagem deste ano.

Segundo o Pontífice, a Quaresma é “uma estrada que leva a um destino seguro: a Páscoa de Ressurreição, a vitória de Cristo sobre a morte”.

“A Quaresma é o momento favorável para intensificarmos a vida espiritual através dos meios santos que a Igreja nos propõe: o jejum, a oração e a esmola”, explica.

Vários santos da Igreja Católica deixaram ensinamentos que ajudam a viver bem este tempo.




São Josemaría Escrivá: “A Quaresma não é apenas uma ocasião de intensificar as nossas práticas externas de mortificação; se pensássemos que era isso apenas, escapar-nos-ia o seu sentido profundo na vida cristã, porque esses atos externos são, repito, fruto da Fé, da Esperança e do Amor”.

São João Paulo II: “A Quaresma ajuda os cristãos a penetrarem mais profundamente neste ‘mistério escondido desde tempos antigos’ (Ef 3, 9): leva-os a confrontarem-se com a Palavra de Deus vivo e pede-lhes que renunciem ao egoísmo a fim de acolherem a ação salvífica do Espírito Santo”.

São Leão Magno: “A Quaresma é tempo de limpar e enfeitar a casa por dentro. Convém que vivamos sempre de modo sábio e santo, dirigindo a nossa vontade e as nossas ações para aquilo que sabemos agradar a Deus”.

São Francisco de Sales: “A Quaresma é o outono da vida espiritual, durante o qual colhemos os frutos para todo o ano”.

São Francisco de Sales: “Passemos esta quaresma como se fosse a última e tiraremos um bom proveito”.

Santo Agostinho: “A repetição anual da solenidade equivale a uma repetição do que Cristo Senhor sofreu por nós na sua única morte. O que teve lugar uma só vez na história para a renovação da nossa vida, celebra-se todos os anos para perpetuar a sua memória”.

Recomendado para você
Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário