08 julho, 2015

Segurança do Papa na Bolívia terá reforço da Guarda Suíça


Integrantes da Guarda Suíça já estão na Bolívia
Foto: Reuters
(RV) Uma equipe de segurança do Vaticano chegou na segunda-feira (07/07) na Bolívia para ultimar os detalhes da agenda que o Papa Francisco cumprirá em El Alto, La Paz e Santa Cruz, informou o Padre José Fuentes, porta-voz da Conferência Episcopal Boliviana (CEB). A Segurança do Vaticano vai trabalhar com a Unidade de Segurança de Dignatários da Polícia (Usedi) para proteger o Sumo Pontífice na sua estada na Bolívia.

“A equipe de Segurança do Vaticano e membros da Guarda Suíça chegaram na segunda-feira na cidade de Santa Cruz e estarão na terça-feira em La Paz para acertar os últimos detalhes”, informou o sacerdote.


O sacerdote destacou o nível de coordenação da Polícia com as Forças Armadas, instituições que mobilizarão 17 mil efetivos, sendo 11 mil agentes de polícia e 6 mil efetivos do Exército e da Força Aérea.  “A Polícia apresentou um plano para a segurança do Santo Padre e da população, porém, consideramos que a instituição policial está muito bem preparada e está á altura das circunstancias”, acrescentou.

O programa de segurança está 95% pronto, faltando apenas definir alguns detalhes no Campus Papal e na entrega das 2 mil credenciais para autoridades da sociedade civil boliviana, fieis de paróquias e Igrejas de La Paz.


O porta-voz anunciou que será dada prioridade a 150 pessoas – entre enfermos e pessoas com necessidades especiais – no acesso ao Campus Papal.

Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário