31 maio, 2015

O programa da viagem do Papa a Turim


(RV) A oração diante do Sudário, a celebração com os Salesianos do Bicentenário de nascimento de Dom Bosco,o encontro com o mundo do trabalho, a histórica visita ao Templo Valdense, o abraço aos doentes de Cottolengo e também um momento em família: uma missa e almoço com familiares piemonteses.  Estes são alguns dos pontos altos do programa da visita do Papa Francisco a Turim, no domingo 21 e segunda-feira 22 de junho, divulgado no sábado pela Sala de Imprensa da Santa Sé. Serão dois dias intensos, nos quais o Papa pronunciará sete discursos, incluída a homilia da Missa de domingo e o Angelus.


O Papa deixará o Vaticano às 6h30min do domingo, partindo do Aeroporto de Ciampino às 6 horas. Após a chegada ao Aeroporto de Caselle, o Papa se transferirá até a Piazzatta Reale, onde encontrará o mundo do trabalho. Dalí, seguirá á pé até a Catedral, onde rezará diante do Sudário, se detendo brevemente diante do altar do Beato Pier Giorgio Frassati. No meio da manhã, Francisco estará na Piazza Vittorio para a concelebração eucarística, onde rezará também o Angelus. A seguir, se transferirá ao Arcebispado, onde almoçará com os jovens detidos do cárcere de menores “Ferrante Aporti”, alguns imigrantes e sem-teto e uma família de rom.

No início da tarde, se dirigirá ao Santuário da Consolata, para uma visita e para rezar de forma privada. A etapa sucessiva será a Basílica de Maria Auxiliadora, para o encontro com os salesianos e as Filhas de Maria Auxiliadora. Na praça existente nas adjacências, o Papa saudará os jovens educadores e animadores dos oratórios. Após, de carro, o Papa se deslocará até a Igreja do Cottolengo, onde encontrará doentes e deficientes. Depois, novamente na Piazza Vittorio, encontrará os jovens. Por fim, o retorno ao Arcebispado, onde pernoitará.

Na segunda-feira, 22, um dos momentos mais esperados, com a visita ao Templo Valdense. Um evento histórico, pois é a primeira que um Papa visita o local. Após, de forma privada, encontrará no arcebispado alguns de seus familiares, com os quais celebrará a Missa e almoçará. Antes de deixar o arcebispado, o Papa encontrará brevemente os membros do Comitê da Ostensão, os organizadores e apoiadores da visita à cidade do Piemonte. Ao se transferir ao aeroporto de Turim, receberá ao longo do percurso a saudação dos jovens do “Verão Jovens”. A chegada no Aeroporto de Ciampino, em Roma, está prevista para as 17h30.
Compartilhe :

0 comentários:

Postar um comentário